Júlio Vinícius Bastos

Pianista, Bacharel em Música pela Universidade do Estado de Minas Gerais, natural de Divisa Nova, Minas Gerais, iniciou seus estudos aos oito anos de idade com o professor Luiz Gonzaga do Amaral. Foi pianista titular da Orquestra da Universidade de Alfenas (UNIFENAS) entre os anos de 2002 e 2008. Foi também aluno de Valderez Medina Ferreira e do maestro Oswaldo Raposo Júnior, com quem teve aulas de estruturação melódica e orquestração. Participou do Festival Internacional Música nas Montanhas, onde realizou diversas audições e atuou como pianista camerista. Freqüentou cursos de interpretação pianística com Eduardo Monteiro, Eduardo Hazan, Gilberto Tinetti, Sérgio Monteiro, Zezé Carrasqueira, Ana Cervantes (EUA), dentre outros. Tem realizado concertos em Belo Horizonte, interior de Minas Gerais e São Paulo, dentre eles o recital de abertura do I Congresso Nacional de Ciência e Tecnologia, na Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL) e Assembléia Legislativa de Minas Gerais (gravações para o programa Segunda Musical). Em 2007, foi pianista convidado para o concerto "Tributo a Camargo Guarnieri", promovido pelo Rotary Club International do Estado de São Paulo, em homenagem ao centenário de nascimento do compositor brasileiro. Em 2012 realizou a estreia mundial da obra “A Fantasia”, suíte para piano do compositor mineiro Gilberto Mauro. Foi premiado no XXI Concurso de Piano Artlivre, em São Paulo e no I Concurso Jovens Solistas da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais. Além de concertos, tem atuado como professor na Escola de Música da Fundação Sidertube - Vallourec & Mannesmann Tubes do Brasil, onde tem realizado um sério trabalho nas áreas de Teoria Musical e piano, atuando, também como preparador técnico-musical dos instrumentistas e cantores e Maestro Arranjador do Grupo Musical Ouro Preto.