Roberto Oliveira

Saxofonista e Flautista, seguindo a tradição do estado de Minas Gerais que é a de músicos formados em Bandas de Música (Banda Marcial), teve o primeiro contato com o saxofone na Banda de Música da Escola do SESI, Newton Pereira de Souza em Belo Horizonte, na década de 80, mais precisamente em 1983, posteriormente vindo a ingressar na Polícia Militar de Minas gerais em 1987, no curso de Formação de Terceiro Sargento Músico, como saxofonista. Durante a carreira militar fez vários cursos de aperfeiçoamentos na área musical dentro da Polícia Militar, vindo a se aposentar em maio de 2014, como segundo tenente músico auxiliar de regência. Paralelamente à formação acadêmica da carreira militar, fez alguns cursos musicais, estudou com Prof. Dílson Florêncio (Mestre em Saxofone - UFMG) e fez aulas com Renata (Flautista da OFMG). Na PMMG serviu à Banda de Música e a Orquestra de Baile, ambas agremiações lotadas na Academia de Polícia militar em Belo Horizonte, na orquestra, participou de vários eventos relevantes à vida social do estado, dentre eles, shows em comemoração a restauração da Praça da Liberdade pela empresa MBR, com vários artistas mineiros, Tadeu Franco, Paulinho Pedra Azul, Titane, Babaia e outros na década de 1993, e pela Banda de Música, além dos eventos cívicos militares e de assistência social, participou da gravação do CD Alma Brasileira, com hinos e canções, que distribuídos em escolas estaduais, ajudam a alimentar o civismo na juventude. No cenário musical de BH, participou paralelamente em várias Bandas e Big Band, dentre elas, Banda Via Láctea, Banda Dib Six, Orquestra Engeletro e Anos Dourados Music Show. Capítulo a parte em sua carreira foi o projeto Berimbrown, banda mineira com a qual teve contato com artistas renomados nacionalmente e internacionalmente, como Pepeu Gomes, Fábio Junior, Sandra de Sá, Cláudio Zoli, Jairzinho, Wilson Simoninha e outros, além de também participar da gravação do primeiro CD da banda, na década de 2001. Atualmente, tem trabalhado com execução de Hino Nacional em colação de Grau, Sax receptivo em festas, e com alguns grupos musicais parceiros, especializados em cerimônias de casamento, bodas e formaturas, como o Grupo Gerard Veloso e Grupo Musical Ouro Preto.